02 • Praça Cívica (Praça dos Cristais), 001 • Brasília, (Br.) • Arquit. : Oscar Niemeyer. 1968 • Paisag. : Roberto Burle Marx & Haruyoshi Ono, 1970 • (Foto 2012)

O ideal da imagem

Na capital surgida ex nihilo de um projeto utópico, os monumentos já tão fotografados impõem-se em intervalos regulares numa lógica simbólica e encantatória. O território, tão marcado por uma simbolização ambiciosa dos diferentes aspectos do poder, não deixa lugar suficiente para a vida cotidiana. Como em Nanterre (ver as imagens do Parque André Malraux, apresentadas na exposição), mesmo numa época que liberou os corpos como nunca, o corpo pedestre não tem existência autônoma, negada em proveito do desenvolvimento hipotético e arriscado do carro como panaceia da ligação urbana.
Dessa iconografia luxuosa subsiste a associação de gênios tutelares evidentemente notáveis que souberam implementar as proezas técnicas mais ousadas. Mas, atrás dessas fachadas universalmente identificáveis, sempre surge a pergunta : o ideal da imagem está totalmente em sintonia com a ideia que orientou a realização ? A ideia de um bem comum a ser compartilhado.