55 • Biblioteca Nacional da França, 003, 004 • Paris (75013) (Fr.) • Arquit. : Dominique Perrault/ADAGP, Gaëlle Lauriot-Provost, 1995 • (Fotos 2011)

O intocável

As bibliotecas sempre tiveram por princípio favorecer a concentração e suscitar o devaneio. Nada melhor para isso que o barulho do vento nas árvores pontuado por alguns pios de pássaros. Com este jardim acanhado num paralelepípedo de aço, vidro e concreto, Dominique Perrault ocultou aqui nossos sentidos em benefício apenas do olhar. Protegido por suas paredes de vidro, o jardim escavado recebe uma diversidade florística e animal surpreendente. Inacessível aos não jardineiros, amplia o princípio do jardim do claustro religioso para enaltecer a capacidade de abstração dos leitores-pesquisadores. Quando seu olhar se desvia das tipografias ordenadas das leituras, encontra então no céu parisiense a crista dos pinheiros orgulhosos que parecem surgir do sobosque para contemplar melhor a impressionante mineralidade da cidade que, no mesmo gesto, os abafa e os revela.