60 • Quinta de Rayol, 001 • Le Rayol-Canadel-sur-Mer (83820) (Fr.) • Paisag. : Gilles Clément com A. Tourette, P. Déliau, T. Jourd’heuil, F. Macquart-Moulin, J.-L. Felizia, J.-M. Battin, F. Neau (desde 1989) • (Foto 2012)

Um Conservatório de exceções

Único no mundo, o estabelecimento público do Conservatório do Litoral tem como missão adquirir terrenos frágeis ou ameaçados e entregar a gestão às municipalidades, às coletividades territoriais ou a associações. Os territórios adquiridos estão abertos ao público no limite de sua vocação de proteção e preservação e de sua fragilidade. A centena de sítios atualmente preservados recebe cerca de trinta milhões de visitantes por ano. Pela comemoração dos seus trinta anos, em 2005, o Conservatório pôde anunciar que possuía cerca de 12% do litoral francês e continuava seu projeto inicial de adquirir cerca de 33%.
Com os trinta e quatro hectares da Quinta de Rayol, onde o Jardim das Mediterrâneas estende-se por sete hectares, o projeto de preservação-proteção propôs-se excepcionalmente aqui a criar um novo território sob o olhar dos vegetais nativos, possibilitando escolhas pedagógicas e experimentais. Na hora de uma globalização forçada, a sensibilização pedagógica implementada no sopé do maciço dos Maures lembra-nos que a primeira das globalizações foi a da “Viagem das plantas”, aventureiras forçadas ou voluntárias, contando com suas capacidades de adaptação.