A invocação dos espíritos

A invocação dos espíritos

Entre as Relações Exteriores e a Justiça, dois ministérios emblemáticos de uma democracia viva, uma fileira de bandeiras coreografa a variedade das cores do Brasil. Todos os estados aqui representados invocam os espíritos necessários à federação das origens e do futuro.
O tapete vegetal, flutuante e generoso, inscreve-se como um eco precioso por uma diversidade no mínimo igual à desses espíritos que batem ao vento. Esse sistema radicular traz energias verticais, que o concreto protentido parece sugar para a abóbada do planalto de Brasília. Aqui, a harmonia dá à potência sua exata medida. Apazigua-a com suavidade, orquestrando diplomacia com justiça.